Aldeia Sesc de Artes

Aldeia Sesc de Artes invade Goiânia, Jataí e Itumbiara com grandes atrações

 

O evento terá programação acessível com intérpretes de Libras em todos os shows e espetáculos

 

Vem aí o maior evento cultural de Goiás! O Aldeia Sesc de Artes que invade, entre os dias 7 e 20 de setembro, as cidades de Goiânia, Itumbiara e Jataí, em duas semanas de muita música, apresentações culturais, oficinas, espetáculos e muito mais. O evento terá programação acessível com intérpretes de Libras em todos os shows e espetáculos. Na capital goiana, as grandes atrações desta edição são Diogo Nogueira, Leoni, Cássia Kis, além de grupos e artistas locais e de outros estados. A programação está imperdível e conta com apresentações no Teatro Sesc Centro, Teatro Goiânia, Teatro Rio Vermelho, Teatro Puc – campus V e Teatro Madre Esperança Garrido. A Aldeia Sesc de Artes adotou a entrada “meia-solidária” em toda a programação, ou seja, quem doar 1 Kg de alimento não perecível (exceto sal e fubá) terá direito à meia-entrada.

 

Com o objetivo de promover o intercâmbio cultural, o evento já se tornou compromisso no calendário dos goianos e surpreende o público a cada edição.  Desta vez, a atriz global Cássia Kis chega a Goiânia com o espetáculo “Meu quintal é maior que o mundo”, que será no Teatro da Puc, às 20h30, no sábado (07). Leoni sobe ao palco do Teatro Madre Esperança Garrido com seus sucessos de voz e violão, no sábado, dia 14, às 20h30. Já Diogo Nogueira se apresenta no Teatro Rio Vermelho na sexta, dia 20, a partir das 20h30, com o show “Tá faltando o quê?”.

 

Na programação da capital vão acontecer oficinas criativas diversas, algumas são gratuitas, outras têm investimento no valor de R$ 10. Também serão ministrados cursos sobre artes circenses e música. Para participar é preciso se inscrever com antecedência. Os valores são R$ 25 - Trabalhadores do comércio e dependentes; R$ 35 - profissionais de artes circenses e estudantes de Cênicas; R$ 50 - público em geral. As inscrições, tanto para oficinas quanto para cursos, devem ser feitas na Central de Atendimentos do Sesc Centro, na Rua 15, esquina com Rua 19 – Setor Central.

 

No sábado (14), o OverDoze vai reservar doze horas com uma programação imperdível, com espetáculos, contação de histórias, oficinas e lançamento do livro do Almanaque da Paz, do escritor César Obeid. O público também vai contar com happy hour  às segundas (9 e 16) e shows na hora do almoço às sextas (13 e 20), na varanda do Sesc Centro, com música e muita animação.

 

O projeto nacional do Sesc, Sonora Brasil, também chega à Aldeia Sesc de Artes com a força da mulher na música brasileira, sempre às 19h,  no Teatro Sesc Centro. Na terça (17) tem Líricas Negras, na quarta (18) é a vez de Líricas Transcendentes, na quinta (19) Líricas Históricas e na sexta (20) Líricas Modernas. Outro projeto nacional que integra a programação é o Palco Giratório, que traz o monólogo “Traga-me a cabeça de Lima Barreto”, na quarta, dia 18 de setembro, às 20h, no Teatro Goiânia. A entrada para os dois projetos nacionais é 1 Kg de alimento, que deve ser trocado pelo ingresso com antecedência no Sesc Centro ou na portaria do teatro duas horas antes do início do espetáculo ou concerto.

 

Em Itumbiara, a programação conta com show de Leoni, o projeto Sonora Brasil e espetáculos infantis.  As atrações de Jataí serão Leoni, Sonora Brasil, shows, espetáculos, oficinas e mostras de cinema. Vale lembrar que a programação está sujeita a alterações.

 

Para conferir a programação completa, basta clicar no nome da cidade:


GOIÂNIA




Ingressos:

 

Teatro Sesc Centro e espetáculos  em Jataí e Itumbiara

R$ 23 – Inteira

R$ 11,50 – Meia-entrada

R$ 10,50 – Conveniados

R$ 8,50 – Trabalhadores do comércio

 

Espetáculos infantis:

R$ 15 – Inteira

R$ 7,50 - Meia-entrada

R$ 6,50 – Conveniados

R$ 5 - Trabalhadores do comércio

 

Teatro Madre Esperança Garrido, Teatro Goiânia, Teatro Rio Vermelho, Teatro da Puc – Campus V e show Leoni em Jataí e Itumbiara

R$40 – Inteira

R$ 20 - Meia-entrada

R$ 15 – Conveniados

R$ 10 – Trabalhadores do comércio